Paulo de Almeida soube da exoneração via grupo do WhatsApp


Ex-comandante da Polícia se encontrava no Congo em missão de serviço.

Paulo de Almeida participava do Conselho de Ministro da CEEAC na tarde de hoje no Centro Internacional de Conferências de Kintele, em Brazzaville, para apresentação do Relatório do Presidente da Comissão da CEEAC, Adopção das Recomendações do Comité Inter-Estatal e trabalhava na preparação da agenda da vigésima Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), a ter lugar  na próxima quarta-feira, dia 19, na capital congolesa. 

Se encontrava ao lado do embaixador Téte António, Ministro das Relações Exteriores, que chegou na noite de ontem (domingo) à Brazzaville, República do Congo, e integra os Ministros da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos “Liberdade”, do Interior, Eugénio César Laborinho, o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas  Angolanas (FAA), General do Exército António Egídio de Sousa e Santos “Disciplina”, além de altos funcionários dos Ministérios das Relações Exteriores, da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria e do Interior. 

Fontes do Angola-Online revelam que o ex-comandante geral tomou conhecimento da exoneração via WhatsApp.

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
0
   
4
   
1
   
1
   
1
   

Comentários