Pastor afirma que Igreja Universal pagou dívida de Angola com Brasil em troca do silêncio


Um pastor angolano, da Igreja Universal do Reino de Deus, afirmou que a referida igreja contribuiu para o pagamento antecipado da dívida de Angola com o Brasil para silenciar as autoridades.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Os Pastores Angolanos da Igreja Universal, que nos últimos dias vieram a público denunciar práticas de racismo e exclusão por parte dos Bispos Brasileiros, dizem estarem agastados, com, ao que chamam de silêncio “conivente” do Estado Angolano.

Estes acusam o governo, de estar a proteger os Bispos Brasileiros, em troca de “balurdios monetários”, mesmo com evidências, destes, estarem a cometer crimes em Angola, que atentam e violam a constituição da Republica.

Em conversa com um dos Pastores Angolanos, durante a marcha de protesto contra as práticas dos Bispos Brasileiros, que decorreu neste sábado em Luanda, de forma confidencial, disse, que nos próximos dias, caso o Estado continue em silêncio, sem tomar posições sobre a situação que Igreja Universal do Reino de Deus vive no momento, poderão realizar vigílias e manifestações em todo País, para afastar os Bispos Brasileiros.

Este mesmo Pastor, que não quis revelar o seu nome, acusou o “ Governo” de João Lourenço, de estar a proteger os Bispos Brasileiros, por estes estarem a contribuir com altos valores monetários nos impostos de Angola, e que parte da divida que Angola contraiu do Brasil, esteja a ser paga pela IGREJA UNIVERSAL, daí o silêncio “ conivente”.

Fonte: Correio da Kianda

REAÇÕES

0
   
4
   
1
   
1
   
0
   
1
   
2
   
1
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK