Paralisação total na Angola Telecom pode começar esta semana


As trabalhadores da empresa pública de telecomunicações podem começar a paralisar os serviços mínimos a partir desta semana.

O secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios, Telecomunicações e Afins de Luanda, Lourenço Francisco Afonso, refere que a administração não demonstrou até ao momento qualquer abertura ao diálogo e que nos próximos dias a notificará juntamente com o ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social sobre a declaração de paralisação total.

“Estamos a pensar fazer esta semana, primeiro vamos notificar o empregador porque tem de tomar conhecimento, não pode surpreender-se. Estamos a fazer a greve nos marcos da Constituição e da Lei, com muita responsabilidade”, refere o sindicalista, lamentando o clima de desgaste existente no seio dos trabalhadores. “Os trabalhadores que garantem os serviços essenciais também estão a reclamar, até agora dia 05 não há salário, é um dos pontos que o empregador se comprometeu a resolver, começando a pagar a partir do dia 25, não está a cumprir”, lamenta.

Lourenço Francisco Afonso avança que os funcionários elaboraram uma petição a exigir a exoneração do actual conselho de administração da empresa pelo facto de não estar comprometida com o desenvolvimento da empresa. Por isso, também o sindicato denunciou à Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) sobre suposta gestão danosa que tem prejudicado os trabalhadores.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários