Ordens superiores barram deputado da Unita entrar no Hospital do Uíge


Félix Simão Lucas tentava constatar a realidade do hospital provincial do Uíge.

O também secretário provincial do Uíge foi barrado de realizar actividade nas instalações do hospital geral da província, no quadro das actividades levadas a cabo pelo grupo parlamentar do Galo Negro.

O segurança da unidade hospitalar justificou o barramento de Félix Simão Lucas se deve ao facto de não receber a confirmação da visita por parte de "ordens superiores."

Revoltado com o sucedido, o deputado considerou estar a se viver naquela zona do país uma “ditadura comunista.” 

Não percebe o barramento visto que antes o partido endereçou carta ao Governo local e a direcção do referido hospital a dar a conhecer a realização da visita na sequência das reclamações dos utentes.

REAÇÕES

0
   
1
   
0
   
1
   
0
   
0
   
1
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK