Novo Arquivo Nacional custou ao estado 97 milhões de dólares


A nova sede do Arquivo Nacional de Angola (ANA) inaugurada no final de semana pelo Presidente João Lourenço, na Camama, em Luanda, que levou quase dez anos para ser construída, terá custado 97 milhões de dólares aos cofres do estado.

É uma estrutura com cinco pisos, que acolhe 69 salas de arquivo, três de exposições e nove de formação. Conta ainda com 39 escritórios,dois laboratórios e dois auditórios, de acordo com a notícia da Angop. Um dos auditórios do complexo arquivístico homenageia a obra e a memória do nacionalista Agostinho Mendes de Carvalho, Uanhenga Xitu.

 Durante a inauguração, o Presidente da República João Lourenço defendeu a criação de um fundo que promova a manutenção do edifício,para que isso não seja mais um peso para os bolsos dos cidadãos, sem esclarecer, no entanto, quem financiaria esse fundo.

Por Angop

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK