Navio «desviado» de Angola por causa do coronavírus


O navio cruzeiro com cerca de 260 turistas já não vem para Angola, segundo fez saber a fonte da Angola-Online.

Embora as autoridades sanitárias garantirem que nada há a temer sobre a possibilidade de haver passageiros infectados, mas, o Executivo cancelou a vinda do navio como forma de prevenção ao coronavírus. 

A outra fonte da Angola-Online, garantiu que vários moradores  manfiestaram  preocupação com a chegada do cruzeiro.

Mónica Nunes disse que há pouca informação nas comunidades rurais enquanto Sayendo, desportista paralímpico, afirma que a cidade não tem condições para lidar com eventuais casos.

Para Mildo Coxi, professor, “mais vale prevenir do que remediar” e defende que a melhor coisa  é impedir o cruzeiro de atracar no porto do Namibe por suspeita.

As autoridades sanitárias do Lobito reforçaram as medidas de prevenção contra o coronavírus (Covid-19) a nível do Porto do Lobito, com destaque para o controlo dos tripulantes de navios que ali atracam. 

Numa altura onde a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou hoje o novo coronavírus como uma pandemia, devido ao agravamento na situação a nível mundial, anunciou, em conferência de imprensa, o seu director-geral, Tedros Ghebreyesus.

Conforme o director-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, estão contabilizados actualmente 118 mil casos em 114 países e que 4.291 pessoas perderam a vida por causa da doença.

Fontes: XAG e Angop

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK