Mulheres mais velhas do Uíge morre aos 115 anos
Voca Paulina, anciã angolana natural do município da Damba, província do Uíge, morreu na sexta-feira aos 115 anos, na moradia onde vivia, no bairro Papelão, arredores da cidade do Uíge.
Ilustração

A anciã nasceu a 3 de Março de 1902, na localidade de Quimayala, e conviveu com três gerações da sua árvore genealógica. Casada com Dialubanza Dialungana, falecido há mais de 20 anos, gerou nove filhos, sete dos quais já falecidos. Deixou 21 netos e 25 bisnetos.

No elogio fúnebre, o pastor afirmou que Voca Paulina foi um grande exemplo de fidelidade cristã e de devota abnegada que, mesmo fisicamente fraca em função da idade e já sem visão, estava sempre na igreja, acompanhada por um neto ou bisneto. A anciã, disse o pastor, deixou uma grande lição de vida longa e repleta de boas obras.

Segundo revelou o Jornal de Angola, a anciã quando estivesse doente, adispensava assistência médica e medicamentosa, preferindo medicação natural à base de raízes e folhas. 

No entanto, Voca Paulina poder ser considerada uma das pessoas mais velhas do Mundo. 

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários