Ministro dos Transportes compra edifícios ao amigo em kilapi com Estado


Um empresário e amigo de longa data do ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, é o proprietário de um dos dois edifícios que o ministério vai comprar por 114 milhões de dólares norte americanos.

O edifício Weliwítschia Business Center, situado na rua Frederico Weliwítschia, nº 90, foi erguido num espaço onde anteriormente estava a residência do saudoso nacionalista Carlos Alberto Pereira dos Santos “Beto” Van-Dúnem, antigo ministro do Comércio  de Agostinho Neto,progenitor de Rui Óscar Ferreira Santos “Ruca” Van-Dúnem, amigo de Ricardo de Abreu.

Segundo documento consultado, o mesmo edifício albergou a sede da empresa de TCG (Transporte de Carga a Granel, Limitada), fundada pela família Van-Dúnem.

Ricardo de Abreu e Ruca Van-Dúnem tornaram-se conhecidos na sociedade pelo sucesso que alcançaram na música, enquanto cantaram como dupla.

O polémico negócio em que parece atuarem novamente como dupla, foi autorizado pelo Presidente da República através do despacho 159/21, com a justificativa deacomodar os serviços públicos do ministério dos Transportes e da Agência Reguladora e Certificação de Carga e Logística.

O chefe do Executivo, delegou a ministra das Finanças àproceder em nome do Estado, ao que for necessário para a efetivação do negócio.

Os dois edifícios, de acordo com informações avançadas pelo jornal Expansão nas últimas horas, foram confiscados pelo Estado, por terem sido construídos com fundos públicos e os seus proprietários terem demonstrado incapacidade para pagar a dívida.

Segundo o Luanda Post, apesar de estar numa zona nobre, o prédio de Ruca Van-Dúnem não teve resultado comercial satisfatório o que pode estar na base do não pagamento das dividas.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
2
   
1
   
0
   
1
   
1
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK