Ministra admite que OGE é insuficiente para a educação


A ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, admitiu que o OGE de 2018 não satisfaz todas as preocupações do sector, mas acredita que as questões pontuais serão resolvidas paulatinamente.

Segundo a ministra, o Governo e os parceiros sociais deverão encontrar mecanismos para se pôr fim ao fenómeno crianças fora do sistema de ensino, cujos números aumentam todos os anos.

Maria Cândida Teixeira, mostrou-se preocupada com falta de financiamento para conclusão de escolas no Sumbe, e disse que vai trabalhar com o Ministério das Finanças para encontrar uma melhor resposta em relação a estas questões.

A província de Kwanza Sul, tem obras paralisadas há mais de cinco anos e a conclusão das referidas infra-estruturas no sector de educação, contribuirão para a inserção de mais alunos no sistema de ensino, tendo em conta que cerca de 80 mil estão fora do sistema no presente ano lectivo.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
4
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK