Ministério das Finanças abre concurso para empresas de apostas


Com objectivo de restabelecer a confiança, por parte dos utentes, garantir a equidade, proteger os apostadores, sensibilizá-los para a prática de jogo responsável, bem como cumprir a finalidade social do Instituto de Supervisão de Jogos.

A  segunda fase do concurso para a atribuição da concessão exclusiva para a exploração dos jogos sociais, em Angola, foi aberta, recentemente, pelo Ministério das Finanças, através do Instituto de Supervisão de Jogos.

Trata-se da concessão de jogos de lotarias, Lotaria instantânea, Totoloto, Totobola e  Angomilhões, numa “competição” limitada por previa qualificação, indica uma nota do referido departamento ministerial.

No quadro do lançamento deste concurso, foram já apresentadas propostas técnicas e financeiras de  entidades nacionais e seus parceiros internacionais, nomeadamente a Top Jogos – Prestação de Serviços, a Dipanda Jogos, Lda, Primeira Aposta - Comércio e Serviços (SU), Livebet Games - Exploração De Jogos Sociais, S.A e a Angolott, Lda.

Na fase que agora se inicia, as candidatas qualificadas dispõem de tempo razoável para submeter as propostas técnicas e financeiras, a serem analisadas pela Comissão de Avaliação, considerando os critérios de adjudicação estabelecidos no Caderno de Encargos e no Programa do Concurso.

A atribuição da concessão exclusiva dos jogos sociais, ainda de acordo com o documento, visa restabelecer a  confiança, por parte dos utentes, garantir a equidade, proteger os apostadores, sensibilizá-los para a prática de jogo responsável, bem como cumprir a finalidade social do Instituto de Supervisão de Jogos.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK