Marginais assaltam residência e queimam com os proprietários no interior
Um casal de vietnamita identificados por Hoang Van Hai e Hoangthi Van, bem como um angolano de nome Sebastião Timóteo, foram queimados no interior da sua residência por marginais,no passado domingo no bairro Saúde, arredores da cidade de Menongue.

Os meliantes faziam-se acompanhar com uma arma do tipo AKM, uma pistola Makarov e duas facas, imobilizaram as vítimas, a quem retiraram 100 mil kwanzas, um televisor plasma e três telemóveis. 

Não satisfeitos com os bens roubados, os criminosos exigiram mais dinheiro e outros objectos de valor, mas as vítimas alegaram não possuírem mais nada. 

Inconformados com a resposta, os criminosos colocaram a botija de gás junto das vítimas, despejaram gasolina nas paredes da residência e, na sua retirada, atearam fogo.

As três vítimas, que tiveram queimaduras de terceiro grau, foram levadas para o Hospital de Menongue, mas por falta de condições para o tratamento deste tipo de lesões, foram encaminhadas para o Hospital Central do Huambo, onde o angolano não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada desta terça-feira.

O casal vietnamita permanece internado na sala de cuidados intensivos do Hospital Central do Huambo, em estado crítico.

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província do Cuando Cubango apreendeu dois dos três marginais, com a colaboração da população, deteve Israel Dinheiro Tchamba e Nzuzi Difuene, assim como um agente dos serviços prisionais que vendeu a arma do tipo AKM aos delinquentes, e a namorada de José Francisco um dos supostos marginais.

Segundo, Paulo Dias de Novais, porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), revelou que José Francisco, mais conhecido por Zé, o chefe do grupo e está foragido. E o mesmo já pertenceu no grupo HDA, em Luanda. Paulo Dias fez saber ainda que, os três marginais beneficiaram em Setembro deste ano da Lei da Amnistia.

TPA

REAÇÕES

4
   
1
   
0
   
1
   
0
   
0
   
1
   
5
   

Comentários