Mara Quiosa nomeia assessores com processos de peculato e abuso de poder
A governadora de Cabinda, Mara Quiosa, nomeou, entre o seu grupo de coadjutores, elementos com pendentes na Justiça do Bengo.

Ambrósio José Casal, assessor da governadora para área Política, Social e das Comunidades, e Jofre Santiago Fernandes da Silva, assessor para Área Institucional e Intercâmbio, estão implicados em dois processos diferentes, espoletados, entretanto, praticamente no mesmo período, quando ambos integravam o ciclo restrito de Mara Quiosa na qualidade de governadora das «terras do Jacaré Bangão».

Por exemplo, Ambrósio José Casal está implicado no processo-crime n.º 554/021, aberto quando este exercia o cargo de delegado provincial do Bengo para Justiça e Direitos Humanos, tendo sido interrogado a propósito da gestão de verbas do OGE, de Massificação e do Fundo de Maneio, canalizados àquele órgão estatal.

Jofre Santiago Fernandes da Silva, envolvido no processo n.º 111-A/021, tem, inclusive, já participado de sessões de julgamento, estando a última agendada ainda para esta semana, na sala n.º 6 do Tribunal da Comarca do Dande, sob a condução do juiz José Dias. Sobre Jofre Santiago Fernandes da Silva, pesam as acusações de abuso de poder e tráfico de influências, por alegadamente se ter aproveitado da sua condição de assessor da governadora para se apropriar de quase 20 lotes de terrenos sem obediência a procedimentos impostos por lei.

Fonte: NJ

REAÇÕES

0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   

Comentários