Mais de 300 casos de cancro da mama registados em Angola
Cerca de trezentos e vinte casos de cancro da mama, foram registados pelo Instituto Nacional de Controlo do Cancro, desde Janeiro à Outubro do ano em curso, de acordo com o director-geral da referida instituição, Fernando Miguel.

Segundo  o responsável, que falava à imprensa, no final de uma  marcha sobre a importância e a prevenção do cancro da mama, denominada “Outubro Rosa”, no ano passado, a instituição registou 351 casos, todos eles em estado já avançado, o que dificultou a abordagem dos médicos em termos de tratamento.

Disse ser  um número bastante elevado e preocupante porque quando o paciente chega em estado avançado a abordagem é dolorosa e muitas vezes sem sucessos, pelo facto da doença ter ramificações, e explicou  que a marcha faz parte da estratégia de prevenção, uma vez que a doença não tem sinais como as doenças infecto-contagiosas.

Por sua vez,  a presidente do Clube da felicidade Angola, Nadir Ferreira, disse que a marcha serviu para sensibilizar as mulheres e os homens sobre a necessidade  de fazerem o rastreio do cancro da mama. 

Outubro Rosa é uma celebração mundial, que resulta de uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para os países implementarem políticas de prevenção sobre o cancro da mama considerando a magnitude dos seus efeitos negativos nas sociedades.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS