Mais de 100 africanos desaparecidos no mar


Ao menos 150 imigrantes, incluindo mulheres e crianças, que tentavam chegar à Europa desapareceram após o naufrágio na última quinta-feira, da embarcação em que estavam na costa da Líbia.
Imagem de DW

Segundo a Organização Internacional para Migrações (OIM) e a Marinha do país. Autoridades suspeitam que todos estejam mortos, mas essa informação ainda não foi confirmada oficialmente.

"A pior tragédia no Mediterrâneo este ano". A classificação é do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. 

Equipas de socorro e pescadores terão conseguido resgatar do mar centena e meia de pessoas que estarão agora a ser enviadas de volta à Líbia.

As autoridades ainda não conseguiram apurar se havia mais um barco com passageiros. Garantem ainda assim que este é o naufrágio mais letal deste ano.

A ONU pede urgência na reativação oficial dos resgates no Mediterrâneo; o fim da detenção de imigrantes na Líbia e a criação de corredores de saída seguros.

As informações chegadas a redacção da Angola-Online, dão conta que as equipas de resgate líbias anunciaram ter recuperado os corpos de 62 imigrantes. 

Fonte: Euronews

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK