Lima Massano mantém-se na liderança do BNA por mais 6 anos
José de Lima Massano vai manter-se à frente dos destinos do Banco Nacional de Angola (BNA), depois de proposto para um novo mandato de seis anos pelo Presidente da República e de ter sido ouvido esta terça-feira pelos deputados das comissões de Economia e Finanças e de Assuntos Constitucionais e Jurídicos que votaram o relatório parecer conjunto da audição prévia do único candidato com 24 votos a favor, 14 abstenções e nenhum voto contra.

Segundo informação difundida pela Assembleia Nacional, o deputado António Paulo, vice-presidente da Comissão dos Assuntos Constitucionais e Jurídicos disse que os parlamentares reconhecem "competência técnica e idoneidade" ao candidato José de Lima Massano para o cargo de Governador do BNA, e são favoráveis a esta proposta de renovação.

Segundo o parlamentar, Lima Massano respondeu durante quase uma hora às perguntas dos deputados que votaram um relatório-parecer que vai ser remetido ao Presidente da República, que terá a palavra final, mas que foi quem propôs a continuação do actual governador no cargo.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários