Jovens manifestam-se contra desemprego defronte à Assembleia Nacional
Os jovens activistas, vão manifestar-se hoje, terça-feira, em Luanda, contra o desemprego que afecta boa parte da juventude angolana, defronte à Assembleia Nacional, onde o Presidente da República, João Lourenço, vai discursar sobre o Estado da Nação, na abertura do ano parlamentar.

Segundo o promotor da iniciativa, Geraldo Dala, o protesto foi convocado para contestar as políticas públicas de empregabilidade para os jovens e exigir do Presidente angolano, o cumprimento da promessa eleitoral de criar 500 mil empregos. 

A Polícia Nacional, já emitiu uma nota de imprensa avisando “os promotores da manifestação e os cidadãos em geral para se absterem de tais práticas”, e assegura que vai empregar “toda a legitimidade para garantir que não haja perturbação da ordem” e "responsabilizar criminalmente os infractores".

O comunicado, assinado pelo comissário Orlando Bernardo, adianta que a lei determina que as manifestações devem ser comunicadas previamente às autoridades e que tem de ser cumprida a distância recomendada dos órgãos de soberania (100 metros).

“Nós vamos à mesma, vamos para a rua, queremos ser ouvidos”, assegurou Geraldo Dala, considerando que o momento do discurso do chefe de Estado que está marcado para depois das 11:00 é o ideal para se fazerem ouvir por João Lourenço. 

João Lourenço vai dirigir-se ao país num discurso sobre o Estado da Nação, logo após a abertura da 3.ª sessão legislativa da IV Legislatura, pelo presidente da Assembleia Nacional, Fernando Dias dos Santos, a partir das 11:00. 

Fonte: Sapo Notícias

REAÇÕES

2
   
2
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários