José Gama: O regime quer inviabilizar a manifestação


O activista cívico, José Gama considerou que o falso comunicado sobre o cancelamento da manifestação é uma tentativa do regime para inviabilizar o acto marcado para a tarde deste sábado, 24, em Luanda.

José Gama, afirma que o comunicado é falso porque os documentos originais da UNITA têm características específicas e no comunicado posto à circular faltou um item importante. 

"Na  UNITA não existe a designação de primeiro secretário de Luanda, como é o caso dos partidos comunistas", afirmou o activista. 

Já a deputada da UNITA Mihaela Webba, considerou esta, como sendo uma tentativa de quinta categoria.

"Os nossos orifícios são todos numerados e quando é exarados do gabinete do PR da UNITA, levam o nosso selo em branco, portanto, este é claramente um documento falso e uma falsificação de quinta categoria", disse a deputada.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK