Jornal de Angola “recusa” passar direito de resposta de Isabel dos Santos


A empresaria angolana, Isabel dos Santos, recorreu as redes sociais para denunciar uma suposta “falta de liberdade” de imprensa em Angola.

Na publicação vista pela Angola-Online, Isabel dos Santos, escreve que o Jornal de Angola, não teve “autorização para publicar o meu direito de resposta”. De salientar que a empresário esteve recentemente envolvida de mais uma acusação pela imprensa internacional, onde é acusada de fuga e titular de conta bancaria no EuroBic. 

Num comunicado que se estende por 18 pontos, a empresária rebate as acusações, considerando-as falsas e negando ainda estar em fuga.

“É tendenciosa a informação que Isabel dos Santos e Sindika Dokolo estariam fora do país, tentando dar a falsa aparência de fuga”, diz o comunicado em nome da filha do antigo presidente de Angola que lembra que “nenhum é cidadão português e ambos são investidores estrangeiros e é publicamente sabido que ambos trabalham fora de Portugal”.

Mas os primeiros pontos enumerados no comunicado servem para descartar a sua ligação pessoal ou da sua família nomeadamente a contas detidas no EuroBic, mas também em outros bancos, e a eventual entrada de dinheiro do Estado angolano para essas contas.

“É falsa a afirmação da existência de contas bancárias pertencentes à “Família dos Santos” no banco EuroBic. A “Família dos Santos” não tem e nunca teve contas bancárias no banco EuroBic ou em lado algum”, começa por referir logo no primeiro ponto do comunicado, para logo depois negar que “estas [contas] tenham recebido fundos ou dinheiro do Estado Angolano para o seu uso pessoal ou qualquer outro fim”.

Isabel dos Santos diz ainda que “é completamente falsa a afirmação de existência de crimes precedentes de corrupção e peculato em Angola” e que “não há um tribunal em Angola que tenha estabelecido a existência de crime algum”.

Fonte: Twitter e Eco

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK