João Lourenço: O envolvimento directo da UNITA incita os jovens à desobediência civil


O Presidente do MPLA, João Lourenço, fez saber esta quinta-feira, que o direito à manifestação nos marcos da lei é de todos, porém não se deve aceitar que a UNITA incentiva os jovens à desobediência.

João Lourenço, que falava na abertura da IV sessão ordinária do Comité Central do MPLA, considerou estes actos "tristes" e de"desrespeito" ao Decreto Presidencial, que proíbe ajuntamentos populacionais.

"O envolvimento directo da UNITA e dos seus deputados à Assembleia Nacional, devidamente identificados, é reprovável e deve merecer o mais veemente repúdio da sociedade angolana, que não pode permitir que partidos políticos com assento parlamentar incitem jovens à desobediência civil",sublinhou o também Presidente da República, João Lourenço.

No último sábado, dezenas de cidadãos, incentivados por activistas da sociedade civil e membros da UNITA, tentaram protestar contra a não indicação de uma data para as eleições autárquicas, a falta de emprego e por melhores condições sociais.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK