JLO exonera Paulo de Almeida do cargo de comandante geral da polícia


Paulo de Almeida cai na sequência do vandalismo na capital.

O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, nos termos da Constituição da República de Angola e depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional, decreta o seguinte:

São exonerados os Oficiais Comissários da Polícia Nacional abaixo designados:

- Comissário-Geral Paulo Gaspar de Almeida, do cargo de Comandante Geral da Polícia Nacional e Comissário-Chefe Arnaldo Manuel Carlos, do cargo de Director Geral do Serviço de Investigação Criminal.

O Presidente da República determina, por decreto, que seja promovido o Comissário-Chefe Arnaldo Manuel Carlos ao posto de Comissário-Geral.

O Presidente da República nomeia o Comissário-Geral Arnaldo Manuel Carlos para o cargo de Comandante Geral da Polícia Nacional.

São exonerados o Comissário de Investigação Criminal António Paulo Bendje, do cargo de Director Geral Adjunto do Serviço de Investigação Criminal;

e Comissário de Investigação Criminal Pedro Lufunfula, do cargo de Director de Combate ao Crime Organizado do Serviço de Investigação Criminal.

O Presidente da República, por decreto, promove o Comissário de Investigação Criminal António Paulo Bendje ao posto policial de Comissário-Chefe de Investigação Criminal.

São nomeados o Comissário-Chefe de Investigação Criminal António Paulo Bendje, para o cargo de Director Geral do Serviço de Investigação Criminal;

O Comissário de Investigação Criminal Pedro Lufunfula, para o cargo de Director Geral Adjunto do Serviço de Investigação Criminal.

REAÇÕES

4
   
1
   
0
   
0
   
2
   
0
   
0
   
0
   

Comentários