JES e toda sua escolta estavam ilegalmente na Espanha


JES chegou a Espanha pela ultima vez no dia 7 de Março. Como portador de passaporte diplomático tinha direito a 90 dias de permanência que equivalem a três meses. Em Junho deveriam prorrogar a sua estadia para regularizar a sua permanência. Poderiam ter tratado um visto de saúde de longa duração. Segundo um áudio da filha Tchizé, na mesma condição de ilegalidade estavam também os escoltas do “velho”.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários