IMS do Kilamba está cobrar 300 mil kzs para admissão de estudantes


Apesar da proibição da cobrança de valores monetários para matrículas nas escolas públicas do I° e II° ciclos, algumas instituições insistem em cobrar os candidatos de modo a obter uma vaga na referida instituição de ensino.
NG

Na centralidade do Kilamba por exemplo, os professores do Instituto Médio de Saúde (IMS) estão a cobrar 300 mil Kwanzas aos candidatos para assegurar a sua entrada na referida instituição. O mesmo se verifica no IMAG, onde os professores estão a cobrar 200 mil Kwanzas. 

A denúncia foi feita pelos candidatos, que fizeram saber ao nosso portal, que os professores dos dois institutos localizados na centralidade do Kilamba, dizem não terão vagas porque na instituição só estudam filhos de pessoas com posse, como generais, e "não de camponeses". Por este motivo, os mesmos (filhos dos camponeses) devem pagar para poderem estudar. 

Contactamos as duas direcções, mas recusaram-se a prestar informações ao nosso portal.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
6
   
2
   
3
   

Comentários