Hackers norte-coreanos saqueiam bancos internacionais


Mais de 17 mil hackers da Coreia do Norte, têm desenvolvido séries de ataques a instituições bancárias e arrecadam cerca de 88 mil dólares por mês para os cofres do seu país.
Google

A Coreia do Norte possui um exército com mais de 17 mil hackers, que têm desenvolvido ataques a instituições bancárias. Os hackers norte-coreanos conseguiram roubar 100 milhões de wons (88 mil dólares) por mês em Bitcoin à Coreia do Sul no período de 2013 a 2015.

De acordo com Menosfios, “a rede de hackers norte-coreana tem uma dimensão considerável, dado a capacidade da infra-estrutura de comunicações. Na Coreia do Norte os hackers trabalham no estrangeiro em territórios como a China, sudeste asiático e Europa”.

Segundo fontes locais garantem que a autorização governamental para trabalharem no estrangeiro tem como consequência a constante monitorização das suas actividades, onde recebem incentivos para atacarem alvos externos, situação que tem causado muitas contestações dos empresários locais.

“No ano passado a Coreia do Sul revelou um engenhoso esquema levado a cabo pela sua inimiga que roubou dados de mais de 10 milhões de clientes de um site de compras online, Interpark. Sem se aperceber, a empresa recebeu depois uma exigência de 2,7 milhões de dólares em Bitcoin que caso não cumprisse os dados seriam revelados em público e colocariam em risco todos os clientes daquela importante plataforma informática”, explicou Choi Sang-Men.

Fonte: Menosfios

REAÇÕES

0
   
1
   
3
   
0
   
5
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK