Governo sem dinheiro para concluir a centralidade de Malanje


As obras da centralidade de Malanje, arrancadas no ano 2017, na localidade do Carreira de tiro, em Malanje, podem parar por falta de dinheiro.

O anúncio foi feito esta terça-feira, 25, pelo ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território, Manuel Tavares de Almeida, durante uma visita realizada às referidas obras onde constatou o grau de execução. 

Segundo o responsável pese embora a empreitada seja financiado pelo Banco Africano de Investimento (BAI), o Executivo angolano vai continuar a trabalhar para buscar financiamentos, tendo em vista a conclusão da centralidade.

A empreitada, a cargo da construtora Ingenium-Engenharia e Construção, está a ser erguida numa área de mais de sete hectares, dos 46 de extensão do projecto e prevê um total de 212 apartamentos do tipo T3.

Fonte: Angop

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
1
   
1
   
2
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK