Governo gasta 320 milhões na compra de uniformes para funcionários da AGT
A Administração Geral Tributária (AGT) prepara-se para renovar a sua imagem com a compra de novos uniformes. A autorização do Presidente da República já foi a despacho. João Lourenço autorizou uma despesa de 320 milhões de kwanzas para a compra de uniformes.

 

De acordo com o despacho presidencial, os uniformes destinam-se aos serviços regionais e aos ‘front-offices’ afectos à sede da AGT. 

De acordo com o documento a que o Jornal Valor Económico teve acesso, a AGT já havia lançado um concurso, mas nenhuma das propostas submetidas pelos concorrentes foi aprovada. Para esta nova versão da aquisição de uniformes, vai ser aberto um procedimento de contratação simplificada por fases.

A ministra das Finanças, Vera Daves, é responsável pela aprovação do procedimento contratual e a verificação da validade.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários