Governador de Benguela aponta soluções para o ensino
O governador provincial de Benguela, Rui Falcão Pinto, disse durante um encontro que manteve com directores de escolas e professores, a criação de grupos escolares poderá ajudar para melhoria do processo educativo nas comunidades.
Escola de Benguela

Depois de ser indicado pelo Presidente da República, para substituir, Isaac dos Anjos, Rui Falcão, procura dar uma outra visão à classe académica para melhorar o processo de ensino e aprendizagem na província de Benguela.

Segundo o governador, os grupos estarão envolvidos no levantamento da rede escolar e na densidade populacional de cada região para obter-se indicadores do crescimento do sector, para se planear e criar novos espaços educativos.

Os grupos terão também como um dos objectivos fundamentais, a criação da carta escolar, que é um documento importante na planificação de regras educativas.

Sobre os professores, Rui Falcão, apelou um maior engajamento dos mesmos nas escolas públicas, para que os seus alunos possam gerar melhores resultados.

“É inadmissível que um professor empenha-se mais na escola privada do que na pública. É preciso começarmos a medir o desempenho do funcionário na escola pública, uma vez que cada instituição precisa definir objectivos em cada ano. Quando cada um conseguir atingir os seus propósitos tudo fica mais fácil”, disse.

REAÇÕES

3
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
1
   
0
   

Comentários