Gerente de empresa de tintas desvia 17 milhões
O Serviço de Investigação Criminal na Huíla, procedeu na cidade do Lubango, à detenção de um indivíduo de 33 anos, por suspeita de ter se apropriado ilicitamente de mais de 17 milhões de kwanzas de uma empresa de venda de tintas.

O porta-voz do SIC na Huíla Segunda Kitumba, conta que o cidadão em causa, aproveitando-se da função de gerente, após às vendas dos produtos, depositava parte dos valores na conta da empresa e outra parte na sua conta pessoal.

O implicado fornecia igualmente os seus dados bancários aos clientes para que estes realizassem alguns pagamentos através da sua conta pessoal.

O presumível autor do crime dos crimes de abuso de confiança e desvio de capital, já se encontra em prisão preventiva.

Em menos de duas semanas esse é o segundo caso de desvio de mais de 17 milhões de kwanzas, que ocorre na província da Huíla e no município do Lubango.

Sendo que o outro caso sucedeu no Gabinete Provincial da Saúde quando o contabilista do referido gabinete, em colaboração com uma enfermeira pediatra do hospital municipal do Lubango (sua tia), desviarem 17 milhões de kwanzas, valores estes que seriam usados para pagamento de subsídios aos técnicos e enfermeiros, envolvidos na prevenção e combate à covid-19.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários