Fitch mantém Angola na categoria de lixo


A agência de notação financeira Fitch Ratings melhorou sexta-feira o rating de Angola para B-, com uma perspectiva de evolução estável, antevendo um expansão económica de 2,1% para este ano, depois de crescer 0,1% em 2021.

Apesar da melhoria da classificação, a dívida soberana mantém-se na categoria de lixo, sendo considerada pelos critérios da Fitch como investimento "arriscado ou especulativo".

"Houve uma melhoria substancial nas métricas externa e orçamental, sustentadas por um regresso ao crescimento económico positivo, boa gestão fiscal e preços do petróleo mais elevado", escrevem os analistas desta agência de notação financeira detida pelos mesmos donos da consultora Fitch Solutions.

Segundo a agência de notação financeira, "os preços do petróleo recuperaram significativamente desde o início da pandemia da Covid-19 e a probabilidade de cenários negativos relacionados com os mercados petrolíferos caiu relativamente a Setembro de 2020", altura em que a Fitch desceu o rating para CCC, ou relativamente a Setembro de 2021, quando manteve o rating em CCC.

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários