Fazer minete pode causar câncer da garga aos homens


Pessoas que praticam sexo oral podem ter sérias complicações por infecção viral.

De acordo com publicação da Annals of Oncology – uma revista científica especializada em saúde oncológica – pessoas que praticam sexo oral podem ter sérias complicações por infecção viral. 

O estudo publicado analisou os riscos de desenvolvimento de câncer de garganta devido ao HPV (Vírus do Papiloma Humano), frequentemente transmitido pelo contato da boca com as partes íntimas. 

As conclusões são de que os praticantes com muitos parceiros têm maiores chances de desenvolver câncer de garganta. Se for fumante, o risco é ainda mais alarmante. Apesar disso, o número de pessoas diagnosticadas com câncer orofaríngeo é considerado baixo pelos especialistas, cerca de 0,7% em homens. 

Mas, as projeções indicam que nos próximos anos o câncer de garganta será mais comum do que o câncer de colo do útero, nos EUA. E, a ciência já sabe que o principal causador de câncer do colo do útero é a infecção por HPV.

“A maioria das pessoas faz sexo oral durante a vida, e descobrimos que a infecção oral com o famoso causador de câncer, o HPV, era raro em mulheres, independente de quantos parceiros de sexo oral elas tinham. Entre homens que não fumam, esse tipo de câncer era raro em quem tinha menos de cinco parceiros de sexo oral”, afirmou Amber D’Souza, da Escola de Saúde Johns Hopkins.

Quais os dados?

O estudo pesquisou 13.089 homens entre 20 e 69 anos que fizeram exame de HPV. Os cientistas calcularam os riscos através dos casos de mortes registrados pela doença. Homens com apenas 5 parceiras orais já são mais suscetíveis, cerca de 7,4% mais chances de desenvolver este tipo de câncer. 

REAÇÕES

3
   
1
   
2
   
1
   
3
   
1
   
1
   
2
   

Comentários