Enfermeiras pedem mil kzs aos pacientes para comprar termómetro


Mais de 50 pacientes que se deslocaram ao Centro de Saúde 11, localizado na Mabor, município do Cazenga, para serem atendidos foram obrigados pelas enfermeiras contribuir mil kwanzas para comprar termómetro.

A denúncia foi feita hoje, sexta-feira, à Angola-Online por uma paciente. A cobrança foi feita no banco de urgência do centro de saúde estatal, pelas enfermeiras em serviço, por alegadamente o termómetro utilizado estragar e para serem atendidos teriam de contribuir mil kwanzas para compra do aparelho.

Apesar da contestação, os pacientes, excepto alguns, contribuíram o valor exigido e posteriormente foram atendidos. 

Esta é mais uma triste história da compra de materiais para ser atendido nas unidades hospitalares do país, que necessitam de “tudo” e passaram de “simples consultório.”

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK