Em pleno 1 de Junho - Cancro mata mais de 120 crianças em Angola


Em 2020, foram diagnosticados mais de mil novos casos de cancro no único centro público que trata essa doença no País.

O Instituto Angolano de Controlo de Câncer (IACC) registou a morte de mais de 120 pacientes menores de 18 anos, em 2020, número que representa um terço do total dos óbitos se tivermos em conta que no ano passado foram contabilizados 365 falecimentos. As leucemias, linfomas, tumores ósseos do sistema nervoso central e dos rins foram as causas mais frequentes.

A directora clínica do referido organismo, Isabel Sales Cândido, refere que, em geral, no ano passado, foram diagnosticados mais de mil novos casos de cancro. Desse número, 199 foram em pacientes menores de 18 anos. Em contrapartida, em véspera de mais um 1.º de Junho, Dia Internacional da Criança, há até uma espécie de "boas notícias" para os pequenos, porquanto houve um decréscimo de números, se comparados aos anos anteriores, em que a média anual, segundo a directora clínica, era de mais de 200 casos.

A médica não precisou o número de crianças recuperadas do cancro pediátrico no ano transacto, porque, explicou, um paciente pode levar até cinco anos para ser considerado recuperado.

NJ

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários