Covid-19: Vacina da Oxford e AstraZeneca apresenta erro de fabrico


A AstraZeneca e a Universidade de Oxford reconheceram esta quarta-feira, 25, um erro de fabrico que está a levantar questões sobre os resultados preliminares e a eficácia da sua vacina experimental contra a covid-19.

O comunicado, onde é reconhecido o erro, acontece dias depois da empresa e a universidade terem descrito a vacina como “altamente eficaz”, sem mencionar a razão pela qual alguns participantes nos ensaios clínicos não terão recebido a mesma quantidade de vacina na primeira das duas injeção, tal como era esperado, noticia a agência AP. 

Surpreendentemente, o grupo de voluntários que recebeu uma dose menor parecia estar muito mais protegido do que os voluntários que receberam duas doses completas.

No grupo de dose baixa, disse a AstraZeneca, a vacina parece ter uma eficácia de 90%, enquanto no grupo que recebeu duas doses completas a eficácia

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK