Condomínios luxuosos da sonangol abandonados há 10 anos em Malanje


A corporativa Cajueiro, empresa do sector imobiliário da Sonangol, recusa-se a entregar as vivendas luxuosas, localizadas na província de Malanje, construídas há dez anos, aos seus donos por ter litígios com a construtora Prumo.

De acordo ao NJ, a petrolífera angolana, explica que só não entrega as devidas residências dos condomínios Palanca Negra e Missondo, conflitos não só financeiro, mas global, com a firma Prumo.

 A situação, segundo os lesados que aguardam pela entrega há 10 anos, tem provocado vários constrangimentos. A petrolífera assegura no entanto,  que o assunto deve ser tratado com a corporativa Cajueiro. 

"Eles, enquanto promitentes-compradores, são sócios da corporativa Cajueiro, promotora imobiliária do projecto. Portanto, devem contactar a corporativa Cajueiro e não outra qualquer entidade da sonangol ",explicou. 

Fonte: NJ

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK