Comerciantes do Benfica denunciam novo administrador
Os comerciantes no bairro Benfica, com armazéns por detrás do espaço Girafa, imediações do antigo controlo da Polícia, em Luanda denunciaram que o novo administrador do distrito em referência, encerrou os seus estabelecimentos sem explicações plausíveis.

Por. Armando Maquengo

De acordo com as denúncias, o novo administrador identificado simplesmente como Hélio, procedeu o encerramento dos referidos estabelecimentos no passado dia 4 de Novembro, num período de pelo menos cinco dias, tendo autorizado a reabertura após manifestação destes junto da administração.

Refere ainda a denúncia que, durante a manifestação o administrador accionou as autoridades policiais que detiveram um jovem manifestante e o colocaram na cela durante 24 horas, para além do desaparecimento de produtos que eram carregados por trabalhadores.

“Os homens da administração trouxeram aos armazéns, um documento a alertar para o encerramento dois dias antes, alegando que precisavam manter a área limpa, depois da manifestação o senhor Hélio nos mostrou um quintal onde quer inserir todos armazéns daquela rua e as senhoras revendedoras, mas o espaço é pequeno demais” disse um comerciante.

Segundo a fonte que falava à Angola-Online.net, o administrador adiantou simplesmente que está a cumprir ordens superiores e que aquela rua vai ter de ficar livre, acrescentando que até dia 04 de Janeiro próximo, vai efectuar o encerramento definitivo dos estabelecimentos.

Um outro comerciante salientou que, o administrador não está a pensar nas consequências que podem surgir caso se encerre os estabelecimentos, referindo-se ao desemprego e do índice de criminalidade que era acentuado naquela área.

Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS