Cólera já matou 7 pessoas no Soyo


O surto de cólera que assola o município do Soyo, na província do Zaire, deixou mais de 100 pessoas hospitalizadas, algumas em estado crítico, e matou 7 pessoas.

O ministro da Saúde, Luís Gomes Sambo, informou esta semana que o Governo aprovou um orçamento, sem especificar o valor, além do reforço em medicamentos, para conter e eliminar o surto de cólera, “iniciamos a implementar medidas de controlo imediato. Naturalmente é importante que conheçamos melhor a epidemiologia desta doença”, afirmou.

Luís Gomes Sambo, sublinhou que está elaborado um plano de resposta para todo o território nacional com uma componente mais vigorosa para o Soyo, que começa desde já a tomar medidas para controlar a situação.

“Hoje trouxemos o reforço de pessoal técnico para fazer formação e, também, aconselhamos uma grande mobilização da comunidade”, disse o ministro, para quem o mais importante é melhorar as condições de higiene, a qualidade da água de consumo e a vigilância epidemiológica, para evitar que a epidemia se alastre para outras províncias do litoral e não só. 

Os primeiros casos da doença foram registados em Dezembro último, naquela província. 

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   

Comentários