Chuva obriga EPAL cortar água em Luanda


23 zonas ficaram sem água da rede da EPAL.

A Empresa Pública de Água (EPAL-EP) anunciou, nesta segunda-feira, restrições de abastecimento em 23 zonas da cidade de Luanda, em virtude do desacoplamento de uma das condutas de diâmetro nominal 1.200 milímetros, em consequência das chuvas.

Em nota realça que se trata da conduta de transporte de água bruta da Estação de Bombagem de Cassaque para o canal superior que alimenta as estações de tratamento de Luanda Sul, Luanda Sudeste, Kikuxi 1 e Kikuxi 2,

O documento acrescenta ainda, que em consequência desta ocorrência causada pelas quedas pluviométricas estão sob restrições de abastecimento de água potável, as zonas da Maianga, Alvalade, Samba, Cassenda, Prenda, Neves Bendinha, Mártires de Kifangondo e  Cassequel.

Estão, igualmente, abrangidos do fornecimento os bairros Miramar, Rangel, Sambizanga, Vila Alice, Kinaxixi, Marçal, Ilha do Cabo, Viana, Camama, Golfe, Vila Estoril, 28 de Agosto, Urbanização Nova Vida, Talatona, Patriota e Benfica.

A EPAL pede a compreensão dos clientes e público em geral, prometendo em breve o retorno normal do abastecimento, após a conclusão dos trabalhos.

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
3
   
6
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK