China nega empréstimo de 5 milhões à PCA da Sonangol


A revelação foi feita ontem, em Lisboa, pelo economista Alves da Rocha, que a actual Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Isabel dos Santos, foi impedida de proceder empréstimo à China no valor de 5 mil milhões.

Segundo a fonte, a PCA deslocou-se de Luanda à Pequim (China), para tentar garantir o financiamento, mas não teve sucesso. 

O economista alerta que se esse financiamento se efectivar, o PIB da instituição atingirá o declínio de 80%, que equivale à 9 mil milhões de dólares, em 2017.

No entanto, sobre este mesmo assunto, Alves da Rocha, citado ao Novo Jornal, disse que o Governo Angolano esconde informações sobre a percentagem da exportação do petróleo à China, ao Fundo Monetário Internacional (FMI). 

O economista Alves da Rocha, fez estes pronunciamentos durante a conferência "Angola, desafios e oportunidades face às mudanças em curso".

REAÇÕES

11
   
0
   
0
   
0
   
4
   
1
   
0
   
0
   

Comentários