Cemitérios de Luanda facturam 33 milhões por mês 
Enterrar um ente querido em cinco dos principais cemitérios de Luanda custa 6.500 a 57.500 kwanzas. Valores, contudo, nem sempre vão directo à conta única do Tesouro, uma violação a Lei sobre Emolumentos a pagar ao Estado.

Cinco dos principais cemitérios de Luanda facturam, em média, mais de 33 milhões de kwanzas, apurou o Novo Jornal, mediante análise a dados oficiais sobre os "campos santos" de Viana, Camama, Mulemba, Sant"Ana e Benfica.

Na capital, são realizados, em média, 1.890 funerais por mês, nos cinco cemitérios acima citados, segundo dados fornecidos por três directores de cemitérios e funcionários seniores do Departamento de Serviços Comunitários, Cemitérios, Morgues e Velórios, afecto ao Governo Provincial de Luanda (GPL).

Dados em nossa posse assinalam que, em quatro cemitérios da capital do País, concretamente Camama, Mulemba (vulgo 14), Viana e Benfica, são realizados, diariamente, em cada um deles, 15 funerais, enquanto no Cemitério da Sant"Ana, próximo do centro da cidade, a média diária é de três sepultamentos.

Deste número de funerais realizados mensalmente, só em enterros, os cinco cemitérios citados encaixam, por mês, mais de 15 milhões Kz, sendo que a facturação mais baixa é proveniente do Sant"Ana, com uma arrecadação de quase três milhões Kz, com a realização de 90 funerais.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários