Cabingano processado por desvendar segredos da Universal


A Televisão Pública de Angola e a produção do programa "Na Lente" de Cabingano Manuel, poderão ser processados pelo canal brasileiro Record, por abordar sobre assuntos internos da igreja Universal com objectivo de influenciar a opinião pública.

Segundo o comunicado publicado na sua conta nas redes sociais, aquele canal televisivo fez saber que a exibição de documentos confidenciais relacionados à sua actividade comercial, ao longo do programa, além de manchar o nome da referida empresa e do seu representante, provocou danos materiais e patrimoniais à sua actividade social e comercial.

"A Rede Record Angola promete responsabilizar civil e criminalmente os autores do programa Na Lente, devido à edição da última quinta-feira, 6 de Agosto, que abordou sobre os problemas internos da igreja Universal do Reino de Deus", lê-se.

No referido documento a Record Angola afirma que a equipa do Na Lente teve acesso a contractos comerciais e outras informações de carácter confidenciais e sigilosos, não procurou aprofundar a veracidade dos factos, apresentou-os no programa, porque tinha a clara e leviana intenção de influenciar erradamente a opinião pública.

REAÇÕES

1
   
1
   
1
   
1
   
9
   
1
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK