Brasil processa YouTube por violar privacidade de crianças


O governo brasileiro, está a processar a plataforma de vídeos, YouTube, por violação de privacidade de crianças ao colectar e usar dados destas sem autorização dos pais.

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E

A acção judicial acusa a plataforma de vídeos da Google de colecta de dados de crianças e adolescentes sem o consentimento dos pais e responsáveis, para além de informações que incluem localização, telefone e até modelo do aparelho usado para assistir aos vídeos seriam utilizadas para direccionar publicidade a esse público.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, a multa pode chegar a R$ 9,9 milhões em caso de condenação. A investigação está em andamento desde Setembro deste ano, mas só agora um processo foi instaurado, numa altura em que supostas colectas de dados sobre deslocamento e geolocalização sem autorização do usuário também serão averiguadas no processo.

Em nota enviada ao Estado, a Google afirma que "está alterando a maneira como colecta e usa dados em conteúdo infantil no YouTube". 

A empresa ainda confirma que, a partir de Janeiro de 2020, todos os usuários que acessam conteúdo infantil serão identificados como se fossem crianças no tratamento de informações.

Em Setembro, o YouTube recebeu uma multa pesada de US$ 170 milhões da Comissão Federal de Comércio (FTC) nos Estados Unidos pelos mesmos motivos de violação de privacidade de usuários dessa faixa etária.

Aqui no Brasil, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios já havia denunciado o serviço no ano passado, e além disso, em São Paulo, uma solicitação do MP pediu ao site de vídeos que removesse "publicidade escondida" em vídeos infantis da plataforma, como o formato unboxing.

Fonte: Tecmundo

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK