BNA: Nas ruas são vendidos montantes pequenos


O governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José de Lima Massano, afirmou, na terça-feira, que as operações feitas no mercado informal são apenas de montantes pequenos.

José Massano, que falava no espaço "Grande Entrevista" da Televisão Pública de Angola (TPA), informou que são operações de muito pequeno montante as que ocorrem nas ruas".

Por outra, o governador do Banco Nacional de Angola acredita que os cidadãos recorrem ao mercado informal por medo do ambiente bancário. 

“Os cidadãos compram divisas no mercado informal, porque não gostam do ambiente formal de fato e gravata dos bancos", disse.

Apesar da redução da entrada de recursos cambiais no país, considerou estáveis as reservas líquidas ao longo do ano, devido à política cambial praticada no país, que se ajusta ao mercado.

Em relação às importações de bens alimentares, referiu ter registado uma  redução de 23% em relação ao mesmo período de 2019.

Sobre os leilões, informou que na terça-feira foram comercializados, aos Bancos Comerciais, USD 50 milhões.

Acrescentou que, as reclamações sobre a não aquisição de divisas nos Bancos Comerciais baixou devido às medidas adoptadas pelo Banco Central.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK