Aumentam as denúncias sobre o concurso público da saúde


A redacção da Angola-Online.net recebeu, na passada semana, mais uma denúncia sobre o concurso público realizado pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o nosso correspondente na província do Huambo, muitos dos concorrentes viram os seus resultados lançados de forma errada. 

“Nos primeiros resultados obtive 2.8 valores, resultado que achei duvidoso. Vi a correccão, e reparei que o modelo não batia com a minha prova. Então, pedi a correcção do modelo de alguém que fez a mesma prova com a minha, e percebi que a chave estava diferente”, relevou um dos concorrentes. 

Os concorrentes alegam que algumas provas foram corrigidas, baseado-se numa chave diferente, motivo pela qual, originou os falsos resultados. 

“Então, fiz uma auto-correcção com a chave do meu colega e notei que obtive 17.6 valores. Ou seja, eles corrigiram a minha prova com a chave da série A, uma série diferente da minha”, avançou. 

O Ministério da Saúde (Minsa) havia prorrogado o prazo de reclamações do concurso público de 21 de Janeiro deste ano para 12 de Fevereiro do corrente.

Angola-Online sabe que os candidatos seleccionados estão distribuídos em 1.169 para médicos, enfermagem (22.371), técnicos de diagnóstico e terapêutica (9.141), apoio hospitalar (14.537) e regime geral (14.389).

Redacção | Revisão: Youran Mendes

REAÇÕES

0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK