Angolano é  agredido brutalmente por 22 Portugueses no Porto


Do grupo de agressores fazem parte dois agentes da polícia portuguesa.

Pitra António Bondo, jurista e estudante em Portugal, foi brutalmente agredido pelo facto de embater contra uma viatura de um cidadão português quando tentava escapar um obstáculo. Foi abordado por dois agentes da polícia portuguesa da cidade do Porto e mais 20 outros portugueses.

"No veículo em que embati, não se encontrava ninguém. No local, estavam agentes da Polícia Municipal do Porto, que me pediram para sair do carro e, logo de seguida, chegaram os proprietários do Audi, que começaram a agredir-me brutalmente", conta.  

O angolano ficou com ferimentos e teve de ser assistido num hospital local.  Neste ano, mais de cinco angolanos que sofreram agressão física, maior parte por questões raciais.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
2
   
2
   
0
   
0
   
2
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK