AGT começa a partir deste mês aplicar a nova tabela de IRT


A nova tabela do Imposto sobre o Rendimento de Trabalho (IRT) aprovado pelo diário da República, começa a ser aplicada aos salários dos trabalhadores a partir deste mês.

O novo código de IRT introduz variações entre 10 a 25 por cento e aumenta a carga fiscal para trabalhadores com rendimentos acima dos 200 mil kwanzas. Os salários até 70 mil kwanzas estão isentos.

Para os rendimentos de 70.001 a 100.000 kwanzas (2º escalão), a parcela fixa é de três mil kwanzas, 10 por cento de taxa. Entre o 3º e 4º escalão, com os rendimentos de 100.01 a 150.001 e de 150.001 a 200.000, a diferença da taxa é 3,0 por cento. Enquanto isso, para os trabalhadores com rendimentos de 200.001 até 300.000 kwanzas, a parcela fixa está na ordem dos 31.250, isto é 18 por cento de taxa.

Observando a tabela anterior, há um agravamento do IRT, que varia de +49,2 por cento para o rendimento de 200.001,00 (cujos descontos passam dos actuais 20.950,00 para 31.250,00) a 30,8 por cento para o rendimento de 300.000,00. A tabela fixa ainda os rendimentos dos trabalhadores do 6º escalão, com rendimentos de 300.001 a 500.000, que passam a sofrer um desconto de 19 por cento dos seus rendimentos, o equivalente a 49.250 kwanzas.

Para o 7º escalão, com rendimentos de 500.001 a 1.000.000 de kwanzas, a parcela fixa é de 87.250 kwanzas, 20 por cento de taxa. Os escalões 8º ao 13º, com rendimentos de 1.000.001 a 10.000.000 de kwanzas, as taxas variam entre 21 a 25 por cento.

Fonte: Jornal de Angola

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
3
   
4
   
3
   
0
   
1
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK