Agente da polícia mata a queima-roupa jovem moto-taxista


Um jovem moto-taxista foi morto a queima-roupa por um agente da Polícia Nacional, em Benguela.
Imagens de arquivo

Segundo fontes da Angola-Online, o jovem foi morto depois de tentar pôr-se em fuga ao ser interpelado pelo agente da polícia quando saía do hospital provincial de Benguela levar o filho para consulta médica.

 “Ele vinha do hospital, foi interpelado pelo polícia, tentou fugir e o agente segurou na grelha da mota, então, caiu no chão, e quatro polícias começaram agredi-lo, fomos lá para ajudar o companheiro, mas a polícia não nos dava ouvido… mais tarde houve muita agitação, e queriam levar a mota, nos impedimos porque é o sustento do colega e tem filho no hospital… E o polícia fez muitos tiros”, contou um dos motoqueiros.  

O jovem moto-taxista perdeu a vida no local e o seu corpo foi levado a morgue do hospital de Benguela, pela polícia.

Os centenas de moto-taxista da cidade de Benguela foram protestar até ao Comando Provincial da Polícia Nacional, e prometem continuar com os protestos até o agente autor dos disparos ser detido.´

Por seu turno, a polícia local garantiu que foi criada uma comissão para apurar os factos.

Fonte: Rádio Despertar

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
1
   
3
   
0
   
0
   
0
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK