Africell chega a Benguela só em Junho


Benguela será a segunda depois de Luanda.

Chamadas na rede Africell são gratuitas e para outras redes custam 12 Kz. Serviço de dados têm atenção "especial".

A quarta operadora móvel em Angola, a Africell, iniciou as suas operações em Luanda e espera chegar a outras províncias a partir de Junho. Na fase de arranque, a nova operadora vai permitir que os seus clientes realizem chamadas gratuitas dentro da rede, por tempo indeterminado. As chamadas para outras redes vão custar 12 Kz.

Os "chips" com o número da nova operadora de telefonia móvel podem ser adquiridos ao preço de 200 Kz e dão direito ao plano "Kuyuyu" promocional, que permite as chamadas grátis.

Segundo o administrador executivo da Africell Angola, Gonçalo Farias, a empresa dá uma atenção "especial" aos serviços de dados móveis, devido à propensão pela utilização deste serviço pelos consumidores angolanos.

"Durante a operação, nalgumas gamas de produtos, será possível verificar descontos até 50% dos dados", referiu.

A comercialização de aparelhos não inteligentes e smartphones é outra aposta da operadora que justifica a decisão com a falta de telemóveis no mercado.

Gonçalo Farias disse que as equipas trabalham para a expansão da rede a Benguela e Lobito, onde as operações podem iniciar já em Junho. A empresa também já está no terreno para levar o sinal à Huila e ao Huambo, onde a rede da Africell deverá chegar até ao final de 2022.

"Também já existe alguma prospecção em Cabinda", acrescenta.

No entanto, Gonçalo Farias fez saber que o ritmo e a velocidade do plano de expansão está altamente dependente da evolução das condições de partilha de infraestruturas com os outros operadores, de forma a optimizar os investimentos e diminuir os custos. Para já, Africell está a partilhar infraestruturas com diversas empresas públicas e privadas como a Epal, a Polícia Nacional, a ENSA, entre outras.

"Estamos a partilhar alguma infraestrutura com a Movicel, mas nenhuma com a Unitel", frisou Gonçalo Farias.

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários