Administrador pede socorro - Chuva devasta várias famílias em Mbanza Kongo


Administrador municipal de Mbanza Kongo, Manuel Nsiansoki Gomes, dá "grito de socorro" para acudir as famílias desalojadas.

Sessenta e uma casas destruídas, árvores e postes de energia eléctrica derrubados e ruas cobertas de lamaçal é o balanço provisório da intensa chuva que caiu, na tarde de domingo, sobre a cidade de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire.

Acompanhada de fortes ventos, a chuva arrasou o tecto de uma igreja, no bairro Sagrada Esperança, zona de Cazanga, e privou centenas de famílias de energia eléctrica.

O porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, António Wankusa, disse que a enxurrada afectou, principalmente, os bairros periféricos da cidade, com realce para a zona de Cazanga.

O administrador municipal de Mbanza Kongo, Manuel Nsiansoki Gomes, lançou um "grito de socorro", para acudir as famílias sinistradas.

“Pedimos às pessoas de boa-fé e a classe empresarial local a juntarem-se a nós para ajudarmos os nossos irmãos que, neste momento, precisam do nosso apoio”, solicitou.

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
3
   
1
   
0
   
5
   
11
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK