Adalberto Costa Júnior e Chivukuvuku, marcham por Luanda, JLO caça votos no Uíge


Luta pelo poder.

O Presidente do MPLA, João Lourenço, é esperado este sábado na cidade do Uíge, província com o mesmo nome, onde vai interagir com o eleitorado local sobre os cinco anos da sua governação e apresentar novas linhas de força, caso o partido vença as eleições de 24 de Agosto. Já a UNITA dedica o dia a Luanda, realizando uma marcha que junta Adalberto Costa Júnior, Filomeno Vieira Lopes, Francisco Viana, Abel Chivukuvuku e Justino Pinto de Andrade.

Sob o lema "Pela defesa da legalidade e igualdade de tratamento", a marcha, proibida pelo Governo Provincial de Luanda (GPL) na semana passada, tem dois momentos: o primeiro momento contempla uma "passeata motorizada" (viaturas, bicicletas e motorizadas) que parte do município de Sambizanga e vai serpentear a cidade de Luanda.

Uma outra concentração terá lugar às 11:00 no triângulo da Camama 1, e é neste local que vai convergir a caravana motorizada depois do giro pelas ruas e artérias de Luanda.

Estão autorizados a concorrer às eleições gerais de 24 de Agosto os partidos MPLA, UNITA, PRS, FNLA, APN, PHA e P-NJANGO e a coligação CASA-CE. Do total de 14,399 milhões de eleitores esperados nas urnas, 22.560 são da diáspora, distribuídos por 25 cidades de 12 países de África, Europa e América. A votação no exterior terá lugar em países como a África do Sul (Pretória, Cidade do Cabo e Joanesburgo), a Namíbia (Windhoek, Oshakati e Rundu) e a República Democrática do Congo (Kinshasa, Lubumbashi e Matadi). Ainda no continente africano, poderão votar os angolanos residentes no Congo (Brazzaville, Dolisie e Ponta Negra) e na Zâmbia (Lusaka, Mongu, Solwezi).

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários