Veterinária suicida-se para dar vida aos animais abandonados em Taiwan


Chih-cheng, formada no curso de protecção aos animais, como uma das melhoras alunas, mostrou-se constrangida ao ver o seu abrigo lotado de animais e decidiu injectar-se drogas administradas em sacrifício de cães, para dar entender as pessoas o destino dos animais abandonados.
DR

A triste história comoveu Cindy Sui, repórter da BBC, que contou a história da médica veterinária, que acabou por dar origem à criação de uma nova lei que proíbe o sacrifício de animais em Taiwan.

“Ela trabalhava muitas vezes até tarde”, contou Winnie Lai, colega de trabalho, à jornalista. “Quase nunca tirava uma hora para almoço e prescindia dos feriados para dar aos cachorros mais atenção e melhorar as suas vidas”, disse a Cindy Sui.

Na carta que deixou, Chien escreveu: “Espero que minha ida faça com que vocês percebam que cachorros abandonados também são vidas. Espero que o governo entenda a importância de controlar o problema. Por favor, valorizem a vida”.

Para não ser uma pedra deitada no mar, a partir de Fevereiro passa a ser ilegal sacrificar animais abandonados e os orçamentos para os abrigos vão aumentar 40%, assim como o número de inspectores. Além disso, quem abandonar os animais de estimação num abrigo vai ser obrigado a pagar uma multa elevada.

MSN

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK