«O país era de quem rouba mais», diz Riquinho
O empresário e organizador de eventos, Henrique Miguel “Riquinho”, disse que na época do anterior governo liderado por José Eduardo dos Santos, “o país era de quem rouba mais”.

Numa entrevista concedida à Rádio Ecclesia, acompanhada pela Angola-Online, Riquinho revelou que aquando da organização do CAN, em 2010, houve “roubalheira” no dinheiro disponibilizado para realização da competição. E não teve concurso público porque esteve disposto a concorrer para fornecer as placas publicitárias electrónicas, mas estas vieram do exterior a preço exorbitantes. 

Há mais de dez anos a exigir o pagamento do crédito concedido ao Estado para realização do Afrobasket, em 2007, Riquinho afirma que “o país era de quem rouba mais”, no anterior Governo de José Eduardo dos Santos.

E faz saber que, depois de tantas voltas, a sua reclamação já está ser avaliada pelo gabinete jurídico da Presidência da República.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS